CASA COLORIDA

Casa e cor tem tudo a ver, não é mesmo? Não existe decoração sem cores. Mesmo as mais simples causam efeitos surpreendentes. Elas são responsáveis por dar emoção aos espaços, estimular sentimentos e expressar a personalidade na decoração. Achou pouco? Além de tudo isso, cada cor é capaz de transmitir uma sensação diferente. Isso é o que os especialistas chamam de Psicologia das cores. E isso pode ser muito importante na hora de escolher os tons que iram compor a decoração da casa.

Psicologia das cores

Psicologia das cores

Para entender como funciona na prática, é importante conhecer o significado de cada cor. O objetivo é estimular os sentidos e aproveitar o máximo das sensações positivas que um ambiente pode transmitir. Pensando nisso, aqui vão algumas sugestões de tonalidades para serem usadas em cada ambiente da casa.

PSICOLOGIA DAS CORES na decoração

Cores nos quartos – O quarto do casal pede um clima mais acolhedor e convidativo, não é mesmo? Para isso, as cores derivadas do laranja, como o pêssego e o salmão, são as tonalidades mais indicadas. Elas são responsáveis por um clima de fraternidade e união, e também estão associadas ao trabalho em equipe. Quem deseja apostar no romantismo, pode optar pelos tons de rosa, que também funciona como um relaxante. Psicologia das cores 2

Para o quarto das crianças, o mais recomendado são as variações de azul, pois estimulam o relaxamento e a reflexão e ajudam a amenizar as energias dos pequenos depois de um dia agitado. Se a intenção é fortalecer a criatividade, o verde é a melhor escolha. Nesses ambientes é importante investir em tonalidades que proporcionem segurança, conforto e tranquilidade.

No quarto dos adolescentes os azuis também são bem vindos. Com o efeito calmante, é bom para relaxar e colocar as ideias no lugar. Outra ideia é investir nas tonalidades de roxos e violeta que geram tranquilidade ao mesmo tempo em que estimulam a criatividade.

Cores nas áreas sociais – Uma das áreas mais importantes da casa é a sala. Nesse espaço as visitas são acomodadas e os momentos de relaxamento acontecem. Por isso, é interessante investir no conforto. O vermelho é responsável pela transmissão dessa sensação. Uma das cores mais cobiçadas, ele simboliza o poder, contribuindo para a autoconfiança, coragem e uma atitude otimista diante a vida. Sendo assim, é uma excelente opção para áreas de convívio social.

Psicologia das cores 3 O amarelo também se apresenta como uma boa alternativa para decorar a sala. Ele é brilhante, alegre e simboliza o luxo. Ambientes decorados com essa tonalidade tendem a oferecer energias positivas, como se todos os dias fossem uma festa.

Para a cozinha, o mais indicado é apostar nas cores claras para as paredes. Por ser um espaço que necessita de luminosidade e higiene, o branco e os tons pastel se assentam melhor. Quem deseja quebrar a monotonia, pode inserir as cores através dos móveis e dos elementos decorativos.

Colorindo outros ambientes – Ambientes como o banheiro podem ser coloridos com tonalidades de branco e azul. Enquanto a primeira reflete a pureza e a limpeza, e também estimula o intelecto, a segunda cor é associada a tranquilidade e calma. Para relaxar durante o banho e colocar as ideias para funcionar, uma boa ideia é trabalhar com uma combinação das duas nuances.

Psicologia das cores 4 No home office é possível ousar um pouco mais. Para criar um clima alegre, seguro e menos penoso, o laranja pode ser inserido nas paredes. Se a ideia é montar um ambiente que exala um sentimento de conforto e paz interior, o recomendado é apostar no verde.

Vermelhos, brancos e amarelos também são bem vindos nesse espaço. Independente do ambiente a ser decorado e da cor a ser escolhida é sempre muito importante apostar no bom senso e no cuidado para evitar erros e exageros.

Para se inspirar, confira algumas imagens bem coloridos que souberam usar as cores ao seu favor!

Psicologia das cores 5 Psicologia das cores 6 Psicologia das cores 7 Psicologia das cores 8 Psicologia das cores 9 Psicologia das cores 10 Gostou das dicas? Claro que a escolha das cores não é nenhuma unanimidade, e a gente sempre pode investir em outras escolhas para deixar a casa com a nossa cara. Porém, é sempre bom saber por onde começar, não é mesmo?

Agora me conta quais as cores que fazem parte da decoração da sua casa e quais você gostaria que fizessem, mas ainda não estão presentes!

Você gostou deste artigo? 😉
É bom e é de Graça!
Assine e receba GRATUITAMENTE as melhores dicas de decoração! De brinde você ainda ganha o Ebook: Os 10 erros mais comuns ao decorar a sua casa!