MUITO NEM SEMPRE É DEMAIS

Contrariando o conceito que diz “menos é mais”, surge um novo conceito de decoração. Os adeptos ao exagero vão amar. Esse jeito de decorar prova que não é preciso diminuir a quantidade de objetos na casa para impactar. Muitas peças repetidas, de todas as cores e de diferentes modelos compõem essa decoração. É a lei do exagero. Nós trazemos quatro exemplos de objetos em repetição na composição de um ambiente para que você possa se inspirar.

Exagero na decoração

Exagero na decoração

A ideia é decorar com excesso de informação, excesso de objetos e também de detalhes. É claro que para que o ambiente não fique sobrecarregado é preciso ter um cuidado com algumas questões. Por exemplo, quando você for criar uma composição exagerada é interessante contrastar o restante do espaço com uma decoração mais leve e neutra.

Exagero na decoração

Molduras. Pequenas, grandes, de madeira ou de metal. Não importa o modelo ou a tonalidade. Em uma parede branca, juntas, elas dão um toque especial à qualquer ambiente.

Exagero na decoração 2

Tapetes. Ao invés de comprar um tapete grande que ocupe toda a sala, porque não fazer uma colagem com vários tapetinhos pequenos? Sobrepor peças é sempre uma opção interessante para quem quer economizar e dar personalidade à decoração.

Exagero na decoração 3

Pendentes. O uso de objetos repetidos também pode ser explorado nas alturas. As luminárias pendentes ficam muito bem em cozinhas e lavabos. A brincadeira fica por conta das cores e da altura dos fios.

Exagero na decoração 4

Pratos. Quer criar um arranjo diferente para a parede? De diferentes épocas, tamanhos, cores e estilos os pratos e travessas são uma opção diferentes e que trazem um clima aconchegante e convidativo para o ambiente. Uma maneira diferente de expor as louças queridas.

Gostou dessa tendência? Conta aqui nos comentários se você usaria o exagero na decoração em algum cantinho da sua casa.

O segredo para decorar bem? 🙂
Decore com Amor!
Assine e receba GRATUITAMENTE as melhores dicas de decoração!